Posts

chiropatia trata dores de cabeça causadas por problemas de coluna

Enxaqueca: maioria dos casos estão relacionados à coluna

Chata e insistente, a dor de cabeça é comum e atrapalha o andamento das atividades diárias e nosso humor. O que muitos não sabem é que esse sintoma pode ter a causa ligada aos excessos e desconfortos provenientes da coluna, causando uma doença chamada cervicalgia. Essas dores, como a enxaqueca, que têm origem cervical ou nevrálgica, acontecem em função de uma tensão por sobrecarga, postura ou estresse originados no pescoço. “Muita gente nem imagina, mas mais de 80% dos casos de enxaqueca estão diretamente relacionados a desarmonia da coluna. E o pior: ela é comumente ‘tratada’ com analgésicos que, se usados sem moderação, podem causar outros problemas de saúde e não curam a raiz da doença”, conta dr. Flávio Calixto, diretor do Instituto Brasileiro de Coluna.

Então, antes de buscar uma solução imediata – e talvez não segura – ao alcance das mãos, o Dr. Coluna,  que é formado em Chiropratia pela instituição norte-americana Parker University e pioneiro com a ciência no Brasil, garante que convém apostar em uma especialidade ainda pouco conhecida entre os brasileiros, a Chiropatia. “Precisamos entender que a dor é uma amiga, pois é ela quem nos avisa de que algo está errado. Uma vez que a ouvimos, precisamos nos certificar se o que está sendo indicado é invasivo e a única solução mesmo, pois nesses mais de 30 anos de experiência com a utilização dessa ciência sei que mais de 98%  dos casos podem ser resolvidos com consultas simples”, revela.

A Chiropatia não é uma técnica de massagem como muitos pensam. O chiropata tem conhecimentos sobre a coluna como o ortodontista possui em relação à boca e um neurologista sobre o Sistema Nervoso. “É uma ciência preventiva e recuperadora. Por meio dela, é possível manter a saúde das articulações e garantir a defesa do organismo, pois ela restabelece a comunicação entre corpo e cérebro”, explica.

Analgésicos em cheque

Estudos apontam que o uso indiscriminado de analgésicos está relacionado à arritmia cardíaca (uma das causas de derrames, paradas cardíacas e, por conseqüência, morte) e outras doenças. A automedicação desse tipo é tão grave que, há alguns anos, o FDA baixou a dose permitida em segurança do princípio ativo paracetamol, presente nos remédios mais populares do tipo, por estar relacionado a casos de falência hepática. Além disso, essa prática pode contribuir para o desenvolvimento de um quadro de dor de cabeça crônica. “A Chiropatia não é um tratamento milagroso, é apenas focada nas causas da doença. Logo, soluciona sem agredir outras regiões do organismo”, finaliza.

 

*Originalmente publicado em O Liberal**

CLIQUE AQUI E AGENDE, POR WHATSAPP, SUA PRIMEIRA CONSULTA GRATUITAMENTE

Instituto Brasileiro de Coluna

Rua Reinaldino Schaffenberg de Quadros, 997 – Alto da XV, Curitiba – PR, 80050-435

Telefone: (41) 3019-2888

Atendimento por WhatsApp, clique aqui

clínica para tratar coluna e dor nas costas em curitiba

Chiropatia: um método incrivelmente simples para acabar com a dor nas costas

Em algum momento de nossas vidas, certamente, todos nós experimentamos uma dor nas costas. Para alguns, ela pode ser causada apenas por se exercitar com muita força ou levantar de forma inadequada um objeto. Esses tipos de dor nas costas geralmente são menores e a dor diminui com o tempo e com o autocuidado. No entanto, existem casos em que a dor nas costas é mais grave, sendo necessário o atendimento de um especialista.

Quando sofrem de dores nas costas, a maioria das pessoas dirige-se ao médico disponível no pronto atendimento de alguma clínica ou hospital. Se esta é sua única opção, tudo bem. Mas, se você tem sua saúde como prioridade e valoriza sua liberdade de movimentos e atividades, e tiver recursos financeiros para pagar suas próprias consultas, dirija-se a um doutor em Chiropatia. Por que? Porque o atendimento é melhor e mais seguro.

O que é o tratamento com Chiropatia?

A Chiropatia nada mais é que a prática natural da medicina, dependente apenas de estímulos manuais. Ferramentas médicas, como ultrassonografias, raios-X ou ressonância magnética, podem ser usadas para diagnosticar um problema, mas as mãos geralmente proporcionam o tratamento correto para a coluna.

Procedimentos populares realizados por doutores em Chiropatia incluem técnicas e ajustes específicos que somente especialistas têm o conhecimento. Diferentemente do que muitos imaginam, está longe de ser uma massagem e ainda mais longe de ser uma prática agressiva. Envolve o uso de força precisa para empurrar uma articulação de volta ao lugar ou para estendê-la além da capacidade atual de se mover.

Nada de cirurgia, nada de remédios

O tratamento para dor nas costas com a Chiropatia se difere das demais formas tradicionais de cuidados com a coluna e apresenta eficácia acima da casa dos 90% dos casos. Se você visitar seu médico ortopedista para procurar alívio da dor, ele provavelmente dirá para você tomar uma medicação para a dor. Isso irá aliviar sua dor apenas temporariamente.

Nem todas as formas de dor nas costas se curam. Um disco deslocado ou outro problema espinhal ou articular pode ser o culpado pela condição dolorosa. Pílulas para dor e repouso não resolverão o problema, mas nós, doutores em Chiropatia, o fazemos. Nós manipulamos a coluna e as costas para eliminar a dor e melhorar a mobilidade ao máximo, sem qualquer intervenção invasiva.

O tratamento com Chiropatia

A Chiropatia significa necessariamente cuidado contínuo? Não. Muitas pessoas acreditam erroneamente que, depois de visitar um doutor de Chiropatia é necessário continuar. Alguns profissionais recomendam cuidados continuados, mas nem sempre. Por exemplo, se um ajuste ou manipulação espinhal for usado, talvez seja necessário retornar para uma pequena quantidade de sessões ou apenas uma consulta de acompanhamento. Eu, por exemplo, sugiro visitas esporádicas (programadas) para realizar o acompanhamento do progresso dos resultados ao longo do tempo. Durante esse compromisso, compartilho maneiras de aliviar a dor em casa. Isso inclui mostrar como levantar corretamente objetos, sentar-se em um computador, fazer alongamentos e assim por diante.

Em Curitiba

A menos que você já conheça os benefícios da Chiropatia, você pode ainda não ter pensado em visitar um doutor especialista da área. Em Curitiba, é provável que você tenha passado por nossas duas clínicas do Instituto Brasileiro de Coluna por diversas vezes e nunca ter notado. É normal, pois você pode ser daqueles que recorrem diretamente ao pronto atendimento do hospital quando sentem algum incômodo.

Nós estamos em duas das melhores regiões de Curitiba: no Alta da Rua XV e no Batel.

Agora que você já sabe como e onde encontrar e se você sofre de dor nas costas ou desconforto, não sofra em silêncio por mais tempo. Não mascare seus sintomas. Dor nas costas recorrente é um sinal de que algo está errado. Um doutor de Chiropatia pode não apenas encontrar o problema, mas tratá-lo sem cirurgia, procedimentos não invasivos e sem medicação.

CLIQUE AQUI E AGENDE, POR WHATSAPP, SUA PRIMEIRA CONSULTA GRATUITAMENTE

Eu sou o Flávio Calixto, doutor em Chiropatia pela Parker University (EUA) e fundador do Instituto Brasileiro de Coluna.

Instituto Brasileiro de Coluna

Rua Reinaldino Schaffenberg de Quadros, 997 – Alto da XV, Curitiba – PR, 80050-435

Telefone: (41) 3019-2888

Atendimento por WhatsApp, clique aqui

Conheça os vilões da coluna da mulher

Não importa a idade, o certo é que, em algum momento, as dores nas costas vão incomodar a mulher. A incidência é tão comum que uma pesquisa da Universidade de Stanford, nos EUA, sobre dores em geral apontou que, quando o assunto é coluna, cerca de 6% das entrevistadas relataram algum tipo de indisposição, enquanto os homens oscilaram entre 4 e 5 pontos.

Esse mal é mais comum nelas devido a alguns maus hábitos que começam na infância e se agravam com o avanço da idade, além de outros fatores, como estresse, sedentarismo, tabagismo e hormônios. Aquela bronca de mãe para corrigir a postura é um santo conselho, assim como o hábito de se alongar periodicamente, por exemplo. Eu sei que, com a correria do dia a dia, essas pequenas medidas acabam sendo proteladas e tornam-se agravantes de um problema simples.

De acordo com a faixa etária, é possível notar alguns erros comuns tipicamente femininos.

Abaixo, listo alguns deles:

Crianças e adolescentes

chiropatia ajuda a tratar coluna de criançasAs mochilas pesadas são vilãs bem conhecidas, que podem ser evitadas com a distribuição do peso nas costas (o uso das duas alças e o remanejo de itens). Outro fator comum é que algumas meninas têm dificuldade de lidar com o crescimento dos seios e tendem a se encurvar para escondê-los. Outra má postura que algumas adotam é o famoso “empinar o bumbum”, causando o que chamamos de hiperlordose lombar.

Todas estas alterações geram a compressão na raiz dos nervos, na altura onde o esforço é causado, o que pode criar uma disfunção nos órgãos torácicos, como coração e pulmão, ou abdominais, como intestino, fígado ou até mesmo rins. No caso do bumbum forçadamente levantado, as complicações pode ser no púbis, além de criar dificuldade em partos. Posso incluir, ainda, dores por hérnias de disco, musculares, artroses, entre outras.

Na vida adulta

Quando crescem, muitas trocam as mochilas escolares por bolsas imensas e, apesar de aparentemente necessário, levar “tudo” é uma das principais causas de incômodos na parte superior das costas. É comum manter a alça no mesmo ombro, sem uma distribuição de peso. Somado ao uso de saltos acima de 3 centímetros diariamente e à má postura ao trabalhar sentada e dirigindo, há um agravamento do quadro de dores crônicas. Até mesmo a inclinação exigida durante atividades domésticas entram na lista de vilões da coluna.

Na gravidez

chiropatia ajuda na gravidezAs dores chegam conforme o bebê cresce dentro do útero. Isso porque há uma mudança na estrutura do corpo e o centro de gravidade se desloca para a frente (posteriorização sacral). Isso pode causar uma dificuldade na hora do parto por falta de contração e/ou dilatação da pélvis.

Quando mãe de bebê

Segurar o bebê sempre com a mesma posição do quadril (geralmente, vejo mães com aquela clássica postura de jogar o quadril sempre para o mesmo lado para dar sustentação) pode acarretar numa futura de dor e queimação em sua lombar e também no meio das costas.

Solução

Independentemente da doença diagnosticada na coluna, convém consultar um doutor em Chiropatia, especialmente por não utilizarmos medicamentos e cirurgias. Eu não trabalho com uma técnica de massagem, como muitos pensam. Profissionais como eu têm conhecimentos sobre a coluna como o ortodontista possui em relação à boca e um neurologista sobre o Sistema Nervoso. Costumo dizer que essa é uma ciência preventiva e recuperadora. Por meio dela é possível manter a saúde das articulações e garantir a defesa do organismo, pois ela restabelece a comunicação entre corpo e cérebro.

CLIQUE AQUI E AGENDE, POR WHATSAPP, SUA PRIMEIRA CONSULTA GRATUITAMENTE

Eu sou o Flávio Calixto, doutor em Chiropatia pela Parker University (EUA) e fundador do Instituto Brasileiro de Coluna.

Instituto Brasileiro de Coluna

Rua Reinaldino Schaffenberg de Quadros, 997 – Alto da XV, Curitiba – PR, 80050-435

Telefone: (41) 3019-2888

Atendimento por WhatsApp, clique aqui

instituto brasileiro de coluna resolve 90% dos casos

Chiropatia pode ser a resposta para 98% dos casos de dor nas costas

A Chiropatia não é uma técnica de massagem, como muitos pensam. O doutor em Chiropatia tem conhecimentos sobre a coluna como um cardiologista possui em relação ao coração, um neurologista tem sobre o Sistema Nervoso e o dentista tem sobre os dentes.

Sejam pequenas pontadas ou fortes incômodos até na hora de dormir, as dores nas costas podem ser o sinal de que algo mais grave está acontecendo. Essas queixas físicas são comuns, com intensidades variadas (leves ou extremas, rápidas ou constantes e com causas distintas). Por exemplo, a dor pode ter origem na coluna vertebral, músculos, nervos ou a partir de outras estruturas na região e se irradiar a partir de outros órgãos, como os rins ou ovários. Grave, não?

Então, antes de iniciar tratamentos mais tradicionais, como medicamentosos e até intervenções cirúrgicas, o Dr. Coluna, Flávio Calixto, formado em Chiropratia pela americana Parker University e Presidente do Instituto Brasileiro de Coluna, garante que convém apostar em uma especialidade ainda pouco conhecida dos brasileiros. “Precisamos entender que a dor é uma amiga, pois é ela que nos avisa de que algo está errado. Uma vez que a ouvimos, precisamos nos certificar se o que está sendo indicado é invasivo e a única solução mesmo, pois nesses mais de trinta anos de experiência com a utilização da Chiropatia sei que mais de 90% dos casos podem ser resolvidos com consultas simples”, revela.

A Chiropatia não é uma técnica de massagem, como muitos pensam. O doutor em Chiropatia tem conhecimentos sobre a coluna como um cardiologista possui em relação ao coração e um neurologista tem sobre o Sistema Nervoso. “É uma ciência preventiva e recuperadora. Por meio dela é possível manter a saúde das articulações e garantir a defesa do organismo, pois ela restabelece a comunicação entre corpo e cérebro”, conta.

Sobre 

O Instituto Brasileiro de Coluna é a maior instituição de tratamento não cirúrgico da coluna da América Latina, com mais de 90% de êxito entre seus pacientes. As soluções apresentadas pelos profissionais formados no local baseiam-se na Chiropatia (utilização de impulsos manuais para estimular músculos, vértebras e órgãos para a melhor circulação da raiz neurológica com a medula) sem o uso de medicamento ou cirurgia.

O Instituto Brasileiro de Coluna foi fundado em 1997 pelo Dr. Flávio Calixto, pioneiro em Chiropatia no país.

**Originalmente publicado pelo Portal A Crítica.**

CLIQUE AQUI E AGENDE, POR WHATSAPP, SUA PRIMEIRA CONSULTA GRATUITAMENTE

Instituto Brasileiro de Coluna

Rua Reinaldino Schaffenberg de Quadros, 997 – Alto da XV, Curitiba – PR, 80050-435

Telefone: (41) 3019-2888

Atendimento por WhatsApp, clique aqui

Como tratar dores no corpo por acidente de carro - Chiropatia

Chiropatia: 5 motivos para visitar um doutor após sofrer um acidente de carro

Você esteve envolvido em um acidente de carro? Você se sente bem, mas será que você está realmente bem? Você pode não saber. É por isso que você deve visitar um doutor em Chiropatia. Quer mais razões?

 

1 – Você pode ter um ferimento e não saber disso

A maioria das pessoas acredita, de forma bastante equivocada, que sentirá alguma dor se tiver uma lesão. Isto não é sempre verdade. Danos ao corpo, músculos, articulações e coluna tipicamente doem, mas não há garantias de que isso aconteça. Já vi diversos casos em que acidentes causam micro lesões, não aparentes por anos, mas que, quando “apareceram”, o sofrimento já estava praticamente irreversível, ou seja, tarde demais.

Alguns danos são apenas pequenos o suficiente para que não haja dor. No entanto, uma lesão menor, ou apenas o tempo que se leva até ter ciência da lesão, pode levar ao agravamento e, em seguida, dor. Por que não impedir que isso aconteça?

Depois de um acidente de carro, um doutor em Chiropatia deverá solicitar e reunir seu histórico médico, realizar um rápido exame físico e fazer perguntas sobre seu acidente. Ele vai diagnosticar quaisquer problemas e decidir sobre a necessidade de um eventual tratamento, que pode incluir ajustes articulares ou massagens terapêuticas para aliviar a dor, que desaparece por conta própria, sem a necessidade de intoxicar seu organismo com remédios anti-inflamatórios, por exemplo.

 

2 – É menos invasivo

Com o tratamento da Chiropatia, a cirurgia é um último recurso, somente em caso em que a mobilidade está completamente comprometida e sem alternativas. Mesmo assim, você é encaminhado para um cirurgião especializado. Nenhuma ferramenta cirúrgica ou procedimentos médicos invasivos são necessários para o tratamento com um doutor em Chiropatia, já que ele pratica terapia manual, que é a terapia das mãos, com auxílio de equipamentos específicos, como macas apropriadas. Como afirmado anteriormente, um ajuste pode ser necessário para realinhar ou corrigir uma articulação. Isso é feito com força de precisão das mãos. Não há corte da pele ou qualquer sinal de sangue.

Depois de um acidente de carro, muitas vítimas temem procurar tratamento médico. Elas se preocupam com a cirurgia ou com medicamentos prescritos que têm muitos efeitos colaterais. Embora você possa temer o hospital, você não tem motivos para temer o tratamento de Chiropatia. Mesmo que você esteja neste momento procurando por atendimento médico em alguma clínica ou hospital para que possam aliviar algum sintoma, uma ida a uma clínica de Chiropatia não deve ser descartada. Pelo contrário, é a mais indicada. E vou te dizer uma coisa: a ida a uma clínica de Chiropatia pode se parecer mais com uma ida ao spa do que a visita a um médico, já que você tende a sair relaxado e sem dores.

 

3 – Sem uso de medicação

Como dito anteriormente, a Chiropatia é baseada no uso de terapia manual. Isso é 100% natural. Se um doutor em Chiropatia não puder te ver imediatamente por conta de agenda cheia, ele pode até sugerir o uso de analgésicos vendidos sem receita médica para aliviar seus incômodos momentaneamente. Porém, após o tratamento, eles não serão mais necessários. Os analgésicos fornecem alívio, mas de curta duração e apenas mascara o problema. Nós, especialistas em Chiropatia, queremos eliminar sua dor, mas fazemos isso indo diretamente à fonte.

As vítimas de chicotada – termo comumente usado para se referir ao impacto gerado no acidente – podem receber sessões contínuas para tratar a dor e o desconforto. Lesões cervicais são corrigidas ao longo do tempo, mas nem todas as correções são adequadas. Um paciente que não usa colares cervicais ou não limita suas atividades pode apresentar complicações. Nesses casos, os ajustes do pescoço ou o realinhamento das vértebras terão que ser feitos por um especialista. Mais uma vez, isso é feito com as mãos e não com medicamentos ou ferramentas cirúrgicas.

 

4 – É seguro

Embora a Chiropatia seja 100% natural, existe alguma preocupação com a força usada nos ajustes durante o tratamento. E se o doutor escorregar? Mais danos ocorrerão à minha coluna? Estas são questões legítimas, mas você não precisa se preocupar. Doutores em Chiropatia, como eu, são profissionais da área médica. Inclusive, nos EUA, onde me formei, somos médicos como qualquer outro. Somos educados e treinados como tal. Ninguém pode atuar em Chiropatia sem formação, e no Brasil eou sou um dos formadores desses profissionais. Ou seja, requer treinamento, educação, aprovação de muitos testes e uma licença. Portanto, certifique-se que o responsável pelo tratamento é um Doutor em Chiropatia (D.C.). Então, você pode ficar tranquilo sabendo que você está seguro em suas mãos.

A Chiropatia tem apresentado resultados tão fascinantes em todo o mundo, que é considerada uma das formas mais seguras de cuidados da saúde, tornando-se ideal para pessoas de todas as idades.

Em minha clínica (Instituto Brasileiro de Coluna), alguns pais trazem seus recém-nascidos para exames após o nascimento! Sim, eles realmente fazem isso e é perfeitamente seguro. Se o seu filho estiver no carro com você durante um acidente, o médico pediatra poderá receitar medicamentos para a dor. É muito perigoso, especialmente para crianças pequenas. O alívio 100% natural da Chiropatia é seguro para indivíduos de todas as idades e até mulheres grávidas.

 

5 – É uma forma econômica para você

Após um acidente de carro, seu foco pode estar nos custos. Afinal, seu carro está danificado e você pode ter que gastar alguns bons trocados pagando a franquia do seguro ou os custos com a funilaria. Pode ser que tenha que pagar por um novo método de transporte enquanto fica sem seu carro. Tudo isso assusta, já que ninguém costuma se programar para esse tipo de acontecimento.

Entretanto, os cuidados com a sua saúde devem vir em primeiro lugar. Como disse ao início desse texto, alguns ferimentos são difíceis de detectar imediatamente após um acidente de automóvel. Não espere para ser diagnosticado depois de muito tempo. Saiba o quanto antes.

Uma das perguntas mais frequentes que recebem pelos nosso canais de atendimento, como o WhatsApp e telefone, é se aceitamos convênio. Infelizmente, muitos provedores de seguros não estendem a cobertura para o tratamento de Chiropatia no Brasil, ao contrário do que acontece em quase todos os outros países, especialmente no EUA.

Porém, aqui te dou a boa notícia: embora muitos achem que isso pode aumentar seus custos, é o contrário que ocorre. Por que, dr. Flávio? Simples. O valor do tratamento do realinhamento do pescoço é muito mais barato do que anos de analgésicos prescritos ou eventual cirurgia. E digo mais: quanto custa ficar afastado do seu emprego devido a dores e falta de mobilidade no futuro? Tudo isso deve ser levado em consideração.

Em suma, os valores praticados por clínicas de Chiropatia acarretam em economia de tempo e dinheiro ao final do tratamento, já que todos os procedimentos não exigem custos com remédios e cirurgia (uma cirurgia relacionada à coluna pode custar até 100 mil reais).

E o melhor de tudo, você terá sua condição natural de movimentos rapidamente. Em média, os pacientes relatam melhora de 50% das dores e incômodos já na primeira sessão, e 80% de melhora por volta da décima sessão.

 

CLIQUE AQUI E AGENDE, POR WHATSAPP, SUA PRIMEIRA CONSULTA GRATUITAMENTE

Aviso: Este conteúdo não substitui o aconselhamento de um doutor em Chiropatia. São informações gerais que podem ou não se aplicar à sua condição ou circunstâncias. Por favor, consulte um profissional de Chiropatia para a avaliação baseada em exames de imagem.

Eu sou o Flávio Calixto, doutor em Chiropatia pela Parker University (EUA) e fundador do Instituto Brasileiro de Coluna.

Instituto Brasileiro de Coluna

Rua Reinaldino Schaffenberg de Quadros, 997 – Alto da XV, Curitiba – PR, 80050-435

Telefone: (41) 3019-2888

Atendimento por WhatsApp, clique aqui

Chiropatia para crianças

5 motivos para levar seu filho a uma clínica de Chiropatia

Nenhum pai e nenhuma mãe quer ver seus filhos com dor, por menor que ela seja. Porém, as dores acontecem de vez em quando, e isso é normal. As crianças ocasionalmente têm dores de cabeça, sofrem com alergias, dores de ouvido e dores nas costas. Na verdade, a lista é interminável. Como pai ou mãe, você sabe que as crianças são como imãs para lesões, dores e doenças.

No Brasil, há, infelizmente, uma forte cultura de buscar orientação a um único nicho de médico, o pediatra. Mas eu, Dr. Flávio Calixto, vou te contar algo: em vez de ir ao médico pediatra do seu filho, dirija-se a uma clínica de Chiropatia. Quer saber por que? A seguir, listo algumas razões:

 

1 – Ciência aceita em dezenas de países

Profissionais de Chiropatia fornecem tratamento diagnóstico e terapêutico dos sistemas neuromusculoesqueléticos, com foco na manipulação e ajuste da coluna vertebral. É uma ciência de tratamento não invasivo (sem cirurgia e sem medicamentos) amplamente disseminada em países de Primeiro Mundo. Cerca de 100 mil especialista em Chiropatia estão em prática ativa em todo o mundo, de acordo com o Corpo Diplomático de Chiropatia, sendo que quase a metade (45 mil) está centralizada nos Estado Unidos, onde me formei (Parker University – Dallas) e onde é muito comum encontrar relatos de celebridades e esportistas de nível competitivo mundial sobre seus benefícios.

2 – É seguro

A Chiropatia é medicina natural. Por esse motivo, é segura. Se o seu filho tiver dor e desconforto, é provável que seu médico pediatra sugira analgésicos de venda livre ou prescreva alguma outra medicação. Isso pode funcionar, mas a dor geralmente retorna. Por quê? Os remédios apenas mascaram o problema. Sim, algumas formas de dor e desconforto podem desaparecer por conta própria com o tempo e o autocuidado, mas pode haver um problema subjacente mais sério. E, muitos desses problemas mais sérios você não saberá quais são exatamente, a menos que você consulte com um professional de Chiropatia.

Nosso trabalho é tratar a dor indo diretamente à fonte e corrigindo o problema. A Chiropatia é baseada no uso das mãos. Como não prescrevemos medicamentos e as mãos proporcionam todo o tratamento, é seguro para indivíduos de todas as idades, incluindo crianças.

 

3 – A Chiropatia trata uma ampla gama de problemas

Muitos adultos acreditam erroneamente que a Chiropatia só trata problemas na coluna, nas costas e no pescoço. Sim, esta é a sua especialidade, mas vamos muito mais além disso. Por exemplo: você sabia que um doutor em Chiropatia pode tratar e diminuir o aparecimento de dores e infecções de ouvido? Sim, podem – e é muito comum. Isso porque caminhos de drenagem bloqueados causam a maioria das infecções de ouvido. Então, os ajustes e massagens terapêuticas são usados ​​para “abrir” esses caminhos e promover o fluxo adequado de fluido. Basicamente, se o seu filho está sentindo dor, não importa a intensidade, um doutor em Chiropatia pode proporcionar alívio, geralmente de longa duração.

 

4 – Rápido e econômico

O tratamento de Chiropatia não é medicamentoso, não requer intervenção cirúrgica e o alívio do sofrimento é rápido – muito mais que o Gerado por outras práticas. Onde quero chegar com essas informações? Em dois pontos cruciais: em geral, os pacientes sentem melhoras de aproximadamente 50% das dores e desconfortos já na primeira semana, e cerca de 80% em dez sessões. O fato de não haver a necessidade de repouso após as sessões, faz com que seu filho possa retornar às atividades diárias, como escola e cursos, normalmente e de forma imediata, não interferindo em sua rotina. Não ter que comprar medicamentos também trará ampla economia à família.

 

5 – Os benefícios

Por último, mas não menos importante, há muitos benefícios gerados pela Chiropatia. Como dito anteriormente, não prescrevemos medicamentos, evitando qualquer intoxicação do organismo. O tratamento é natural e seguro. Também é duradouro, pois o doutor em Chiropatia não mascara a dor, ele a trata. E eu sei, também como pai, o quão isso é importante. O tratamento de Chiropatia de sucesso pode permitir que o seu filho retorne ao seu estado normal e felizrapidamente. Reduzir a dor e aumentar a mobilidade significa mais diversão e menos sofrimento.

 

CLIQUE AQUI E AGENDE, POR WHATSAPP, SUA PRIMEIRA CONSULTA GRATUITAMENTE

 

Eu sou o Flávio Calixto, doutor em Chiropatia pela Parker University (EUA) e fundador do Instituto Brasileiro de Coluna.

 

Instituto Brasileiro de Coluna

Rua Reinaldino Schaffenberg de Quadros, 997 – Alto da XV, Curitiba – PR, 80050-435

Telefone: (41) 3019-2888

Atendimento por WhatsApp, clique aqui

Melhor posição para segurar o bebê e evitar dor nas costas

Dicas práticas para carregar seu bebê sem ter dor nas costas

Uma das maneiras pelas quais nossa coluna pode ficar comprometida é manter posturas irregulares e repetitivas. E isso é algo que vejo os novos pais – com bebês pequenos – fazendo o tempo todo. Levanta, alimenta, muda de lugar, carrega, balança, troca a roupinha. Afinal, para manter o bebê alimentado, dormindo e feliz, vale praticamente tudo, certo?

Entretanto, a frequente necessidade de uma mão livre para usarmos nosso telefone, fazermos café, bebermos uma garrafa d’água, abrirmos uma porta, fazermos uma refeição etc. é uma das razões pelas quais adotamos essas posturas irregulares repetidamente. Segurar o bebê sempre com a mesma posição do quadril (geralmente, vejo mães com aquela clássica postura de jogar o quadril sempre para o mesmo lado para dar sustentação) pode acarretar numa futura de dor e queimação em sua lombar e também no meio das costas.

Quando o bebê ainda não tem o controle do pescoço e da cabeça, especialmente, é algo que torna tudo ainda mais desafiador para o corpo de pais e mães, já que é preciso apoiar sua cabeça de alguma forma, evitando qualquer lesão no pequeno. Assim, é natural que pais e mães “se virem nos trinta” para segurar o bebê e fazer suas coisas ao mesmo tempo, mas isso pode causar estragos sérios em seus músculos, articulações e na postura geral (e, portanto, na SAÚDE!).

Isto tudo vale para todos que passam muito tempo carregando um bebê para cima e para baixo – mães, pais, avós, cuidadores, babás. Abaixo, elenco algumas dicas para se evitar dores nas costas e melhorar sua postura enquanto carrega o bebê por muito tempo (algumas dicas também ajudam o desenvolvimento do bebê no processo!).

Dicas essenciais

Aqui estão algumas de minhas orientações e truques favoritos para ajudar você – e outras pessoas que estão carregando seus pequeninos – nesses primeiros anos:

1. Apoio do corpo cruzado (de bruços no seu braço)

Este método permite uma mão livre, ao mesmo tempo em que permite manter uma coluna vertebral neutra e ereta, a ativação adequada do core e oferece suporte completo para o bebê desde o pescoço até a pélvis. Ao usar este tipo de “suporte”, você pode até mesmo entrar em um agachamento profundo, curvar-se para pegar alguma coisa, cozinhar ou fazer uma refeição com o braço oposto!

Alternar os lados entre o braço direito e esquerdo é importante para manter ambos os braços fortes e equilibrados e utilizando os músculos centrais dos dois lados também.

2. Aconchego na região do peito

Com este método, o bebê deve ficar em pé, aconchegado contra seu peito, com a coluna paralela à sua. Isso distribui igualmente a força entre a parte superior do corpo e o core de quem o segura. Se o seu bebê ainda não puder se sentar sem apoio, é importante ter certeza de que sua cabeça está segura. 

Apesar de não te proporcionar uma mão livre, é ideal para situações como entrar e sair do carro, andar distâncias curtas (como do carro para a casa) ou quando eles estão dormindo e você quer um pouco de tempo extra de aconchego.

IMPORTANTE: é comum que essa seja uma posição em que o bebê durma. Assim, muitos pais se sentam em uma poltrona ou na cama e acabam adormecendo também. Nunca faça isso, pois o bebê pode assumir uma posição perigoso sem que você veja.

3. O milagre do sling

sling ajuda a coluna dos pais com bebês - chiropatiaDuas mãos livres? Sim, por favor! Envolver seu bebê no sling, pelo menos até que ele possa se sentar por conta própria, é o ideal. Para as mães, “vestir” os pequeninos com esse aparato é também a melhor forma de exercício de condicionamento e fortalecimento pós-parto, já que eles são um peso gradualmente crescente. Além disso, a posição favorece uma distribuição equilibrada de peso para você.

Por que isso é tão bom para o seu bebê? Em suma, o movimento constante e a sensação de ser transportado afetam o desenvolvimento neurológico e emocional do bebê de maneiras muito positivas.

Os bebês acabam passando mais e mais tempo com suas costas apoiadas. É uma extensa combinação de posições que utilizam apenas as costas do bebê: carrinhos de bebê, bebê conforto, berços, chiqueirinhos e balanços criaram um aumento da incidência de plagiocefalia, que é um achatamento de uma parte do crânio do bebê. Isso não é apenas uma preocupação estética, pois pode, além de outras complicações, causar comprometimento neurológico. O fortalecimento e desenvolvimento dos músculos do pescoço do bebê também podem ser prejudicados ou atrasados com muito tempo apoiado em suas costas. Assim, o uso do sling ou um acessório semelhante, mesmo que “caseiro”, ajuda a reduzir isso.

Importante salientar que nem todos os slings são iguais. É sempre fundamental que o responsável por segurar o bebê se concentre em manter um posicionamento adequado do quadril ao se sentar, ao se levantar e ao fazer quaisquer outros movimentos. Isso tudo para evitar problema futuros e sério, como uma displasia.

4. O truque para carregar o bebê conforto

Ouso afirmar uma coisa: você está carregando o seu bebê conforto da maneira errada durante todo o tempo. Quer ver? (se você não compreende muito bem a língua inglesa, não se preocupe, pois o vídeo é muito intuitivo e auto-explicativo):

Últimas considerações:

Sempre verifique sua postura ao longo do dia. Observe onde você está segurando a tensão. Respire profundamente pelo nariz, expire pela boca e deixe a tensão passar. A estabilidade do core é primordial quando se trata de transportar qualquer carga ou mover qualquer parte do seu corpo.

Parte do processo de tratamento da Chiropatia é examinar eventuais instabilidades e fornecer exercícios para fortalecer sua estabilidade central e espinhal, melhorar o funcionamento do seu corpo e evitar lesões. 

A Chiropatia é uma necessidade durante o primeiro ano pós-parto para ajudar você a manter uma coluna saudável e o sistema nervoso em pleno funcionamento mesmo com todas as mudanças fisiológicas acontecendo em seu corpo. À medida que o peso do seu bebê aumenta, o estresse da coluna aumenta também. Não podemos eliminar o estresse de nossas vidas, então, adaptar-nos aos fatores que motivam estresses físicos, químicos e emocionais da vida é o nome do jogo, e a Chiropatia ajuda você a fazer exatamente isso. 

Espero que você tenha aprendido, pelo menos, um novo truque que você possa implementar imediatamente ou compartilhar com alguém que você conhece e que poderia usufruir.

CLIQUE AQUI E AGENDE, POR WHATSAPP, SUA PRIMEIRA CONSULTA GRATUITAMENTE

Aviso: Este conteúdo não substitui o aconselhamento médico. São informações gerais que podem ou não se aplicar à sua condição ou circunstâncias. Por favor, consulte um profissional de Chiropatia para a avaliação da região lombar e/ou dor pélvica.

Eu sou o Flávio Calixto, doutor em Chiropatia pela Parker University (EUA) e fundador do Instituto Brasileiro de Coluna.

Instituto Brasileiro de Coluna

Rua Reinaldino Schaffenberg de Quadros, 997 – Alto da XV, Curitiba – PR, 80050-435

Telefone: (41) 3019-2888

Atendimento por WhatsApp, clique aqui