chiropatia trata dores de cabeça causadas por problemas de coluna

Enxaqueca: maioria dos casos estão relacionados à coluna

Chata e insistente, a dor de cabeça é comum e atrapalha o andamento das atividades diárias e nosso humor. O que muitos não sabem é que esse sintoma pode ter a causa ligada aos excessos e desconfortos provenientes da coluna, causando uma doença chamada cervicalgia. Essas dores, como a enxaqueca, que têm origem cervical ou nevrálgica, acontecem em função de uma tensão por sobrecarga, postura ou estresse originados no pescoço. “Muita gente nem imagina, mas mais de 80% dos casos de enxaqueca estão diretamente relacionados a desarmonia da coluna. E o pior: ela é comumente ‘tratada’ com analgésicos que, se usados sem moderação, podem causar outros problemas de saúde e não curam a raiz da doença”, conta dr. Flávio Calixto, diretor do Instituto Brasileiro de Coluna.

Então, antes de buscar uma solução imediata – e talvez não segura – ao alcance das mãos, o Dr. Coluna,  que é formado em Chiropratia pela instituição norte-americana Parker University e pioneiro com a ciência no Brasil, garante que convém apostar em uma especialidade ainda pouco conhecida entre os brasileiros, a Chiropatia. “Precisamos entender que a dor é uma amiga, pois é ela quem nos avisa de que algo está errado. Uma vez que a ouvimos, precisamos nos certificar se o que está sendo indicado é invasivo e a única solução mesmo, pois nesses mais de 30 anos de experiência com a utilização dessa ciência sei que mais de 98%  dos casos podem ser resolvidos com consultas simples”, revela.

A Chiropatia não é uma técnica de massagem como muitos pensam. O chiropata tem conhecimentos sobre a coluna como o ortodontista possui em relação à boca e um neurologista sobre o Sistema Nervoso. “É uma ciência preventiva e recuperadora. Por meio dela, é possível manter a saúde das articulações e garantir a defesa do organismo, pois ela restabelece a comunicação entre corpo e cérebro”, explica.

Analgésicos em cheque

Estudos apontam que o uso indiscriminado de analgésicos está relacionado à arritmia cardíaca (uma das causas de derrames, paradas cardíacas e, por conseqüência, morte) e outras doenças. A automedicação desse tipo é tão grave que, há alguns anos, o FDA baixou a dose permitida em segurança do princípio ativo paracetamol, presente nos remédios mais populares do tipo, por estar relacionado a casos de falência hepática. Além disso, essa prática pode contribuir para o desenvolvimento de um quadro de dor de cabeça crônica. “A Chiropatia não é um tratamento milagroso, é apenas focada nas causas da doença. Logo, soluciona sem agredir outras regiões do organismo”, finaliza.

 

*Originalmente publicado em O Liberal**

CLIQUE AQUI E AGENDE, POR WHATSAPP, SUA PRIMEIRA CONSULTA GRATUITAMENTE

Instituto Brasileiro de Coluna

Rua Reinaldino Schaffenberg de Quadros, 997 – Alto da XV, Curitiba – PR, 80050-435

Telefone: (41) 3019-2888

Atendimento por WhatsApp, clique aqui